segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Nome: André António Cunha e Silva 4 Turma 10º A

Nome do Livro: Cão Como Nós

Autor: Manuel Alegre

Editora: Dom Quixote

Resumo do Livro:

Kurika era um cão de raça epagneul-breton, que não se achava um cão como os outros, ele era um cão muito especial. Era um animal teimoso e desobediente, no entanto, era um cão muito protector dos seus donos. Todos gostavam dele, à excepção do autor, já os filhos consideravam o cão como um irmão.

A relação entre o autor e o cão não era muito boa, desde que adoptara o cão nunca se tinham dado bem, o dono estava à espera de um cão de caça e obediente, mas quando o levava a caçar ele ficava deitado, em casa sempre que lhe dava uma ordem o cão não ligava.

No entanto, desde que Kurika salvou o dono, evitando uma explosão provocada pelo gás do fogão que estava ligado, ele começou a gostar mais do cão.

Certo dia, o cão perdeu-se, quando a família foi a praia, e só passado algum tempo a G.N.R. o encontrou a ladrar. A partir daí o cão ficou diferente, andava mais triste. Dias depois, o cão teve um ataque e o médico dizia que havia poucas hipóteses, a família chorou muitos, mas ele não morreu. Ele andava muito fraco, e dias depois morreu. A sua morte originou um desgosto no coração de todos aqueles a quem o cão era muito especial, um cão como nós.

Opinião do Livro:

Achei este livro interessante, pois apesar de o cão e o dono no inicio não terem uma relação de amizade, ao longo do tempo vão criar laços de companheirismo e lealdade.

Gostei da forma como o autor demonstra a sua dor com a morte do cão, pois capítulo sim, capítulo não, existem relatos alternados do autor dirigidos ao cão, que após morrer continua a sentir como se se tivesse tornado apenas invisível, mas continuasse a existir, pois ele ouve-o, sente-o e quase o vê.

Sem comentários: